Translate

sábado, 2 de julho de 2011

Premonições sobre um bombom infestado


Há tempos venho refletindo sobre escrever este artigo ou não. Mas resolvi que é mais do que uma obrigação divulgar sobre este tipo de situação, já que todos estamos sujeitos a ela diariamente.

Alguns anos atrás, quando ainda desfrutava dos bons momentos do Ensino Fundamental, meus amigos e eu tivemos de bolar uma apresentação criativa na escola, sobre alimentação. Na época estavamos estudando sobre carboidratos, lipídios e vitaminas. Decidimos que faríamos bombons de mentira e distribuiríamos para as pessoas: nestes bombons haveria a mensagem: "Não coma este bombom", e explicaríamos sobre todos os maleficíos que as gorduras trans e os conservantes fazem para nosso organismo.

A apresentação foi um sucesso. Claro que um ou outro desavisado acabou com a boca cheia de papel, mas mesmo assim fomos bastante elogiados. Bons tempos aqueles.

Alguns dias atrás me recordei dessa apresentação. Isso porque não segui meus próprios conselhos e ao longo dos anos, continuei comendo - e como - bombons e outros engordativos mais.

Eis o que se passou.

Após um dia de trabalho, fui até uma loja e comprei um dos meus bombons favoritos - até então: Serenata de Amor branco. Um não, dois. Afinal de contas, o que é um bombom não é? Umas poucas gramas de felicidade?

Comi o primeiro enquanto atravessava a rua em direção ao ponto de ônibus. Quando consegui sentar no banco do veículo, peguei o segundo bombom. Carinhosamente desenrolei o papel branco.

Eu poderia passar horas descrevendo minha reação, e mesmo assim não seria suficiente para demonstrar o misto de nojo/decepção/surpresa/... que me acometeu quando ela e eu nos vimos pela primeira vez.

Ela: a larma/lesma/quaseverme que estava monstruosamente saindo de dentro do bombom.

Desculpem os fortes de estômago, mas os pouparei dos detalhes. Mesmo porque, não passei muito tempo analisando esta imagem assustadora: limitei-me a enrolar o bombom da mesma forma e devolvê-lo a sacola.

Surpreendo-me com minha reação. Os mais próximos apostariam que eu teria gritado, atirado o bombom longe, e os mais exagerados apostariam em um desmaio. Obvio que eu não fiz nada disso. Mesmo porque, um bombom infestado para muitos é visto como um blhete premiado em uma lotérica.

Passei o percurso até minha casa refletindo. E agora? O que será que deve ser feito? Tentei desviar o pensamento, já que eu comera um dos bombons e isso me fazia ter uma vontade imensa de vomitar.

Quando cheguei em casa e compartilhei com minha família, todos foram acometidos por uma crise enorme de risos: todos sabem que eu sou uma chocólatra extremamente fiel, e que parecia piada que logo EU tivesse encontrado o bombom infestado. Minha mãe comentou que eu tive sorte, porque muitas pessoas simplesmente desembrulham o bombom e o colocam na boca sem ver! Pelo menos, sempre tive o hábito de ver o que coloco na boca...

ARGHT!

Minha irmã de imediato me orientou a ligar no SAC. Como era final de semana, não consegui falar com ninguém. Contei para minha outra irmã e ela me enviou inúmeros sites de outras pessoas que tiveram o mesmo infortúnio que eu.

Enviei um email para a empresa, que em alguns dias me ligou. A atendente perguntou o que havia acontecido. "APENAS um bombom estava infestado?"

MINHA NOSSA! Quantos bombons deveriam estar?

Simplesmente dei risada, e deixei claro que não tinha a menor questão de receber outros chocolates como consolação. Afinal de contas, QUANDO que eu vou ter coragem de comer algum outro tipo de chocolate que provenha dessa empresa?

Alguns dias depois, os representantes da empresa vieram até minha casa e levaram o bombom. O tempo passou, eles ligaram em casa algumas vezes - coincidentemente nos períodos em que eu estava trabalhando ou estudando. E tudo ficou por isso mesmo. Mandei um email perguntando se havia alguma resposta: afinal de contas, mereço NO MÍNIMO esclarecimentos, até para que eu pudesse publicar e colocar "como resposta da empresa". Mas não aguentei esperar tanto tempo, e resolvi compartilhar minha história com vocês. Afinal de contas, todos ficarão precavidos e darão uma olhada antes de saírem engolindo seus bombons...

A seguir, alguns outros afortunados que passaram pela mesma situação:

http://www.reclameaqui.com.br/1136596/chocolates-garoto/larvas-no-bombom-serenata-de-amor/

http://www.reclameaqui.com.br/1003448/chocolates-garoto/verme-no-serenata-de-amor/

E se algum dia tiverem uma premonição como essa... levem a sério.
Ocorreu um erro neste gadget